7 Passos para escolher a melhor plataforma de e-commerce

Como escolher uma plataforma de e-commerce?

🤔 Quais os pontos mais importantes na escolha de uma plataforma para e-commerce? Sabendo o que considerar, é possível tornar a experiência de vendas online organizada, prática e lucrativa!

Neste guia dividido em duas partes, apresentamos sete passos para acertar na busca pela melhor plataforma.

🚀 7 Passos para escolher a melhor plataforma de e-commerce

✅ 1 – Planejamento
A fase de planejamento é, em grande parte, o que define suas chances de sucesso no mundo do e-commerce. Não pule esta etapa, pois é através dela que os próximos passos serão definidos: desde o que será abordado nas redes sociais, até como lidar com imprevistos na economia que possam afetar os negócios.

Dependendo da complexidade, um planejamento forte e contundente exigirá alguns meses de empenho, então não tenha pressa demais aqui.

Considere a etapa tão importante quanto a “fase de ação”, pois é no planejamento que se constrói a base sobre a qual seu negócio se erguerá.

✅ 2 – Coloque-se no lugar do usuário
Pense em suas próprias experiências: o que o leva a não finalizar uma compra online? O que o deixa impaciente ao acessar um e-commerce?
Simule compras em e-commerces de diversas plataformas e identifique quais delas são mais simples e fluidas ao longo de todo o processo. Atente à agilidade do carregamento das páginas, possibilidade de ampliar fotos e desempenho do site tanto no desktop como no smartphone.

Verifique também se o carrinho de compras tem layout claro e minimalista, livre de informações desnecessárias ou links que possam levar o cliente a sair do carrinho antes de finalizar a compra.

✅ 3 – SEO e usabilidade
Otimizar o SEO exige modificar títulos, descrições e URLs de páginas, produtos e categorias, bem como o que aparece no menu e nos textos dos botões. Garanta que há total liberdade para realizar estas alterações, pois é o SEO que “conversa” com ferramentas de busca como o Google, e faz sua loja aparecer nas buscas.

✅ 4 – Considere necessidades específicas
Alguns segmentos, como moda ou joias, necessitam de descrições minuciosas em cada item para que o comprador possa escolher corretamente. Nesta hora a plataforma de e-commerce pode facilitar ou complicar o trabalho.

No e-commerce de joias, por exemplo, as peças são repletas de detalhes. Há variações de comprimento em correntes e pulseiras, tamanhos dos anéis, largura e espessura de pedras e pingentes, guias de medida e outros detalhes técnicos. A plataforma desta loja precisa atender tais demandas de cadastro.

Avalie como é realizada a inclusão de produtos com variações. O processo deve ser o mais simples possível e permitir a inclusão de todos os detalhes que você precisa.

✅ 5 – Integrações

Incompatibilidade entre plataforma de vendas e outros sistemas e serviços utilizados na empresa são motivo de grande dor de cabeça para administradores de e-commerce.

Evite problemas e verifique, principalmente, se a plataforma é compatível com:

РGoogle Analytics: fundamental para cria̤̣o de estrat̩gias e avalia̤̣o de desempenho.

РERP interno: o atual sistema de gesṭo da sua loja, que controla pedidos, estoque, emisṣo de notas etc.

– Chats online: este tipo de atendimento veio para ficar. Mesmo que não pretenda usar imediatamente, garanta a possibilidade de ativá-lo no futuro.

– Principais marketplaces: Mercado Livre, Via Varejo, B2W etc.

РRedes sociais: Facebook e Instagram Shopping ṣo os principais, no momento.

– Plataforma de e-mail marketing: se você já definiu qual plataforma de e-mail marketing será utilizada, certifique-se desta integração. Caso contrário, veja com quais plataformas o e-commerce de seu interesse trabalha e pesquise sobre elas para ajudar na escolha.

✅ 6 – Meios de pagamento e envio

Assim como as integrações, a plataforma deve ser compatível os seguintes serviços:

– Meios de pagamento mais utilizados: atualmente, PagSeguro, Moip e Mercado Pago.

– Meios de envio principais: Correios e transportadoras mais utilizadas, como a JadLog.

Dica extra: certifique-se também da possibilidade de configurar frete personalizado, para o caso de retirada em loja física.

✅ 7 – Pageviews ilimitadas e servidor estável

Algumas plataformas cobram pelo número de visitas que a sua loja recebe. Esteja atento, pois ao realizar uma campanha que gere alto volume de tráfego e poucas vendas, haverá sério prejuízo em seu orçamento. O melhor é ter pageviews ilimitadas.

Já tendo em mãos uma pequena seleção de plataformas interessantes, descubra outros e-commerces que as utilizam para saber o quanto a loja é estável. Grupos de profissionais da área no Facebook ou Telegram são bons lugares para tirar dúvidas.

Identificar o que você precisa em uma plataforma é tão importante quanto saber o que não precisa.

Ainda que a perspectiva seja de expandir as operações, iniciar com uma porção de funcionalidades dispensáveis só trará gastos desnecessários. Ao mesmo tempo, uma solução de menor custo não significa acerto garantido.

Tenha como base os pontos que citamos acima e seja realista sobre o orçamento disponível, considerando custos de mensalidade, período de contrato e multas em caso de cancelamento.

Esperamos que este post tenha ajudado você! Salve as dicas e encontre a solução de melhor custo-benefício para as necessidades do seu negócio. Em caso de dúvidas, fale com a gente e siga acompanhando nossos posts por aqui, com insights para ter sucesso em seu e-commerce.

Boas vendas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *